Featured Post

E Se Alguém Copia a Ideia?

Desde a semana passada que ouvi e li esta pergunta várias vezes: “E se alguém copia a ideia?”. Curiosamente ouvi-a de dois lados diferentes: do lado de empreendedores preocupados em apresentar o seu projecto; e do lado de investidores preocupados em que se mostrem ideias para estimular...

Read More

Valores que Determinam o Valor

Posted by maverick | Posted in Uncategorized | Posted on 22-10-2009

1

Uma coisa que acontece frequentemente quando um grupo de amigos ou conhecidos se junta para criar uma empresa é que passados alguns meses acabam todos chateados uns com os outros.

Existem muitas razões que podem levar a essa situação, desde questões de quem é que trabalha ou não e que percentagem da empresa cada um deve ter, até chegar a questões como a direcção que a empresa deve tomar ou se a empresa deve ou não ser vendida a um investidor.

Normalmente na base de todas as questões está a falta de definição de quais as expectativas de cada um dos fundadores. O que é que cada um dos fundadores quer obter como resultado do seu investimento e do seu trabalho. Um negócio que lhe pague um salário sem mais chatices? Criar uma empresa que lhe permita passar o tempo a investigar, experimentar e inovar? Montar uma rede mundial de lojas e fazer um IPO na New York Stock Exchange?

A falta de alinhamento entre todos os fundadores relativamente às expectativas de cada um é um ponto gerador de atrito a vários níveis de evolução e de decisão.

Mas se calhar mais importante do que alinhar objectivos e expectativas, o que se torna difícel por causa da variedade de opções, é alinhar valores.

Quais são os valores de cada um dos empreendedores? Existem valores comuns? Não existem? Existem valores que conflituam? Não existem valores comuns?

É dificil, para alguém que preza a honestidade e a verdade, trabalhar 24/7/365 com alguém que não se importa de aqui e ali “distorcer” a realidade ou adaptar a “verdade” (os vendedores são especialistas nestas técnicas). É dificil para alguém que é muito religioso trabalhar com alguém que é ateu (isso não me impediu de trabalhar vários anos com o Luis Sequeira; mas acabámos por nos chatear :-). É dificil para um benfiquista ferrenho trabalhar com um portista doente.

Cada um dos empreendedores fundadores deve fazer uma análise do que são para si valores importantes. Quanto mais não seja porque isso é um valioso processo de introspecção. Quem sou eu? De onde venho? Porque é que estou aqui? Quem é o Presidente?…

Esses valores determinam em grande parte o que é que cada um dos fundadores quer. Da vida e da empresa. E se não há um minimo de sobreposição de valores entre todos os empreendedores, a coisa eventualmente vai dar para o torto.

Há uma outra razão porque é importante definir os valores individuais e os valores conjuntos: é que eles acabam por determinar quais são os valores da empresa. Não é fácil para alguém que é ecologista trabalhar numa empresa petrolífera. Ou alguém que seja extremamente católico trabalhar numa empresa de produção de conteúdos para adultos.

Por exemplo, é fácil dizer que um dos valores da empresa é a qualidade. É dificil garantir a qualidade se todos os empreendedores não tiverem a qualidade como valor. A qualidade como valor para os empreendedores e para a empresa vai ter influência como a empresa pode ou deve posicionar-se no mercado.

E esta é uma questão fundamental na vida de uma empresa: a definição dos valores dos empreendedores e da empresa vão influenciar a definição da estratégia da empresa e de como esta deve posicionar-se no mercado.

Trabalho de casa para os empreendedores: fazer auto-análise e determinar quais são os 3 valores que o definem como pessoa. E ver se eles têm alguma aderência aos valores do projecto e/ou aos valores dos restantes elementos da equipa.

Comments (1)

[…] valores de uma empresa, consequentes dos valores dos fundadores, são determinantes na definição da […]